Lendas & Calendas

Fórum dedicado a algumas belas histórias e curiosidades dos países de língua portuguesa.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
» Falar é facil
Dom Dez 11, 2016 8:18 pm por Contos Infantis

» Pintores...
Ter Jun 14, 2016 7:09 pm por Admin

» Lenda da Serra do Nó (Viana do Castelo)
Dom Nov 09, 2014 10:39 pm por Admin

» A gaivota que não queria ser
Ter Ago 14, 2012 3:12 pm por Contos Infantis

» Vida Depois da Morte...
Qua Maio 02, 2012 11:10 pm por Admin

» Café em Roma...
Qua Mar 14, 2012 4:07 pm por Admin

» O Criador de Galinhas...
Seg Mar 12, 2012 8:59 pm por Admin

» Pobres Monges...
Sex Fev 24, 2012 8:13 pm por Admin

» Há putos assim... são especiais!
Dom Nov 20, 2011 4:53 pm por Admin

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Fórum

Parceiros








Compartilhe | 
 

 Lenda do Porto Brandão (Almada)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin


Mensagens : 411
Data de inscrição : 11/01/2009

MensagemAssunto: Lenda do Porto Brandão (Almada)   Dom Abr 19, 2009 5:32 pm

Porto Brandão também tem a sua lenda.

Num local em se construíam barcos de todos os tipos, muitos dos que partiram para terras do Brasil e Índia foram aqui feitos, era natural que a população fosse composta, na sua maioria, por carpinteiros de naus e calafates.

Entre eles encontrava-se um rapaz forte, jovem e bonito chamado Brandão, que às escondidas namorava a filha do dono do estaleiro, a jovem Paulina.O pai da jovem só pensava em ser rico e poderoso.

Longe de saber que a sua filha namorava com um simples operário, prometeu-a em casamento a um negociante que se encontrava na Índia. Ao descobrir que sua filha namorava com Brandão o pai de Paulina ficou furioso.

Para tentar acabar com o namoro entre os dois, e realizar o sonho de enriquecer o mais depressa possível, combinou com o comandante de um navio, que ia seguir viagem para a Índia, embarcar, clandestinamente, a sua filha.

Na noite da partida do navio, preparou-lhe uma cilada e embarcou-a ,à força, no navio. As lágrimas de Paulina e da esposa não o comoveram.

Mas o jovem Brandão estava alerta. Quando o navio se preparava para partir, aproximou-se num pequeno barco a remos e, sem fazer barulho, o jovem subiu a bordo para tentar raptar a sua amada. Brandão foi descoberto. Sem perdão o comandante mandou-o matar e ordenou que o seu corpo fosse lançado às águas do Tejo.

Toda a cena foi observada por Paulina. Ao ver o corpo do seu noivo desaparecer no rio a jovem ,desesperada, não pensou duas vezes e atirou-se também ao Tejo.

Conta a lenda que, dias depois, os dois corpos deram à costa. O de Paulina foi encontrado numa pequena praia ali perto. Nessa altura passou a chamar-se Praia da Paulina, hoje conhecida por Praia do Lazareto. O corpo de Brandão foi encontrado na praia que hoje se chama Porto Brandão. Termina a lenda dizendo que aqueles que não conseguiram unir-se em vida, por causa da ganância de um pai, uniram-se na morte acabando sepultados no mesmo cemitério.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://lendasecalendas.omeuforum.net
 
Lenda do Porto Brandão (Almada)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» (F.Porto-Alegrense-SP) - Piscina retangular
» Profeta EFRAIN RODRIGUEZ afirma: Meteoro cairá em Porto Rico antes de 2015
» Nazismo e religião: visão de um pastor
» Trailer 2012: O Fim do Protestantismo
» RADIO DOS GIDEOES MISSIONARIA ESTA NO AR É SO CLICAR .

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Lendas & Calendas :: Lendas e Contos Tradicionais :: Lendas, Mitos e Contos Tradicionais Portugueses-
Ir para: